Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

1ª edição

Atualizado em 10/05/16 15:06.

Volume 01, ano 2015

A primeira edição da Revista Mosaico traz escritos e rabiscos que foram produzidos e discutidos no grupo de pesquisa ao longo do ano de 2014.  

Sumário:

No Break da Mandiga” é um relato do processo de pesquisa de iniciação científica realizado pelos estudantes do curso de Dança,  Patrícia Ferreira da Silva (PIBIC) e Johnathans Silva Paiva (PROLICEN), sobre as possíveis relações entre Hip Hop e Capoeira.

Os escritos “Trajetórias da Dança Afro na cidade de Goiânia” e “Entre Ramos: a experiência de realização de um estudo coreográfico sobre festa e fé”, foram sistematizados a partir dos trabalhos de conclusão do curso, realizados respectivamente por Olga Raíssa Rodrigues de Sousa e Jéssica Ribeiro, da primeira turma da curso de Dança da UFG. A primeira faz alguns apontamentos sobre a presença da Dança Afro na cidade de Goiânia, enquanto a segunda analisa seu próprio processo de criação, a partir da vivência nas comemorações da Semana Santa na cidade de Goiás.

Os artigos “Por Cima do Mar em Vim - Processo de Criação de Corpos em Travessiae Cartografias Inventivas - Itinerâncias Poéticas” são análises críticas dos processos de criação de trabalhos cênicos da cia. de artes  Núcleo Coletivo 22, o primeiro escrito pelas artistas Lorena Fonte e Flávia Honorato e o segundo por Marlini de Lima e Claúdia Barreto.

Danças e Festas na Comunidade Quilombola Kalunga de Teresina de Goiás” é fruto da pesquisa de mestrado de Rosirene Campêlo dos Santos que, a partir de um olhar etnográfico, apresenta elementos para pensar a dança como estratégia de resistência cultural.

Por fim, José Luiz Cirqueira Falcão em seu artigo "Cultura Internacional-Popular" e Mundialização: Conceitos, Experiências e Desafios" fecha a primeira edição de Mosaico com uma robusta discussão sobre o conceito de “cultura internacional-popular” cunhado por Renato Ortiz, problematizando o debate acerca dos temas tradição e modernidade.

 

Boa Leitura!

 

Listar Todas Voltar